Estupro coletivo, dona de casa é estuprada e espancada por dois homens

Uma dona de casa foi vítima de estupro coletivo e espancamento em Maracanaú, região metropolitana de Fortaleza. Pelo menos dois homens estariam envolvidos no crime.

A vítima, de 44 anos, foi socorrida pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e levada ao Hospital Municipal.
Segundo uma funcionária do hospital, a mulher estaria com um grupo de amigos em um bar e, durante uma comemoração, ao menos dois a retiraram do local. Na rua, os homens a espancaram e estupraram. Quando o Samu chegou, porém, a vítima estava apenas com algumas mulheres que prestaram os primeiros socorros.

“Ela perdeu cinco dentes, está com ferimentos na boca. Tem escoriações por todo o corpo, mas o espancamento foi concentrado na cabeça e no rosto, ela teve fratura de nariz e teria sido estuprada”, disse a funcionária em entrevista ao jornal O Povo.
A funcionária informou ainda que a vítima foi atendida por um cirurgião que pediu a avaliação de um ginecologista para que a violência sexual fosse confirmada.

Investigação

A Polícia Militar foi ao local da ocorrência, no bairro Timbó. O Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), da Polícia Civil, também esteve presente e investiga o crime.
Em nota, a Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social do Estado do Ceará informou que somente o aprofundamento das investigações pode esclarecer se a mulher foi vítima de estupro coletivo:
“A Polícia Civil do Estado do Ceará informa que investiga uma ocorrência de estupro registrada, na manhã deste sábado (24), no bairro Timbó, em Maracanaú. Informações preliminares apontam que a vítima foi estuprada e espancada. Ela foi socorrida para um hospital onde passa por acompanhamento médico. A Polícia Civil ressalta que não é possível afirmar, inicialmente, que a mulher foi vítima de estupro coletivo. Somente o aprofundamento das investigações poderão esclarecer o fato”.


Fonte: CGN/VOL/Band
Tecnologia do Blogger.