Brasileira é agredida com taco de beisebol até a morte no Havaí - R12Noticias

Noticias e informações do Brasil e do Mundo

Anuncio No Post

Brasileira é agredida com taco de beisebol até a morte no Havaí

Compartilhar
A brasileira Telma Boinville foi assassinada de forma violenta na última quinta-feira em Pupukea, na ilha de O’ahu, no estado americano do Havaí. Segundo uma amiga, ela foi agredida com golpes de taco de beisebol até a morte. Também havia sinais de estrangulamento.

A filha de Telma, de 8 anos, foi encontrada no local do crime com as mãos e pés amarrados e uma fita adesiva na boca. A polícia de Wahiawa confirmou a VEJA a prisão de dois indivíduos, um homem e a mulher, em conexão com o crime.

Telma vivia há mais de 25 anos no Havaí e trabalhava como professora e também limpando e organizando casas que eram alugadas por temporada. O crime aconteceu em uma dessas casas.

Ao chegar no local, a brasileira surpreendeu um casal de criminosos, que já estava lá dentro. “Ela entrou na casa e deixou a filha no carro porque era coisa rápida”, contou uma amiga de Telma, que preferiu não se identificar. “Quando o casal encontrou a filha dela no carro a amarraram e colocaram no segundo andar da casa”.

Os dois então agrediram Telma até a morte. Seu corpo foi encontrado por turistas que iriam alugar a residência.

A polícia ainda investiga a motivação do crime, porém, segundo o jornal local Star Advertiser, a bolsa e o carro da brasileira foram roubados após o assassinato. Os dois criminosos foram localizados depois que o veículo foi encontrado no estacionamento de um supermercado.

Segundo o Star Advertiser, amigos e vizinhos de Telma organizaram uma vigília na noite de quinta em frente à casa onde ela foi morta.

O Ministério de Relações Exteriores do Brasil já está ciente do crime e informou que o Consulado Geral do Brasil em Los Angeles está em contato com os familiares de Telma e com as autoridades policiais havaianas que investigam o caso.

Fonte:Veja