Canibal mata mulher e guarda vísceras do corpo no congelador

Um idoso de nome Alfred U, de 63 anos, que confessou ser canibal, está sendo acuado de assassinar uma prostituta que recusou sexo com ele. Em depoimento, ele contou que guardou as vísceras do corpo da mulher na geladeira para comer no outro dia. O caso chocou e ganhou bastante repercussão. 

Eu pretendia ingerir [a carne] em uma data futura”, contou, ao acrescentar que esquartejou o corpo da garota de programa "eu pedi para ela ser gentil comigo, para me beijar e fazer carinhos em mim. Mas ela se recusou. Então, eu a agarrei pelos seios e, de repente, ela começou a gritar”. 
canibal já foi acusado de diversos outros crimes, que o fizeram passar 32 anos na cadeia. De acordo com os oficiais locais, as condenações anteriores incluem atacar um rival em um bar e estuprar e arrancar, com uma mordida, um dos mamilos da namorada.
Fonte: Com informações do IG
Tecnologia do Blogger.