Morador de rua estupra universitária que havia servido comida para ele

Uma universitária de 24 anos foi estuprada por um morador de rua, na madrugada desta sexta-feira (4), após o criminoso invadir uma república feminina de estudantes. Horas antes da violência sexual, a vítima havia servido comida para o abusador e para outro morador de rua, que também invadiu a residência. O caso ocorreu na cidade de Ituverava, São Paulo.
De acordo com o portal Tribuna, a estudante de medicina veterinária dormia no quarto, por volta das 4h, quando os moradores de rua arrombaram uma janela da república. Outras seis estudantes moram no local.
Segundo a Polícia Militar, a vítima relatou que, por volta das 22h da noite da quinta-feira (3), serviu um macarrão instantâneo aos dois moradores de rua, que haviam chegado da cidade de Igarapava, também em São Paulo, depois que eles foram até a república para pedir comida.
Inicialmente, as moradoras da república falaram que não tinham comida, mas a vítima foi até a porta do local e disse que faria um macarrão instantâneo para os moradores de rua. Ela os serviu na calçada do local.
No entanto, horas depois, a dupla invadiu a república, segundo os acusados, para cometer um furto, mas um deles decidiu estuprar a jovem. A vítima tentou reagir, mas foi ameaçada com um espeto apontado para o pescoço.
“Um deles percebeu que havia uma jovem e entrou no quar­to. Ele estava na posse de um espe­to e a acordou sob ameaça, seguido do estupro. Ficou chorando, gritan­do e uma estudante que estava no outro quarto trancou a porta e ligou para o 190”, diz o capitão Helder de Paula da Polícia Militar.
Policiais militares foram acio­nados e quando chegaram ao imó­vel avistaram uma janela aberta. Eles entraram na casa e detiveram um suspeito na porta do quarto e o outro lá dentro.
Os mora­dores de rua foram levados para a Santa Casa de Ituverava para teste de HIV. A vítima também foi testada e estavam em estado de choque.
(Com informações do portal Tribuna)
Tecnologia do Blogger.